domingo, março 26, 2017

Hector Zamora no MAAT

Hector Zamora, artista mexicano a viver em Lisboa, pensou na galeria Oval do MAAT como uma arena onde se faziam batalhas navais, violentas e mortais, para os romanos se divertirem. Aí colocou 7 barcos de pesca e 30 operários, alguns imigrantes e desempregados, destruíram-nos durante duas horas. Metáfora do fim da pesca tradicional portuguesa, com as regras europeias, e também da tragédia actual das mortes no mediterrâneo. O som era poderoso e ver os operários trabalharem e os barcos a serem destruídos incómodo.

E como registar isto? Com muitos desenhos. Os desenhos feitos no sítio são, muitas das vezes, mais intensos que o desenho final feito em casa. Em baixo alguns dos “apontamentos” que fiz e o desenho publicado no jornal Público neste domingo.





quinta-feira, março 23, 2017

Minde

A Casa Roque Gameiro ou Casa Açores em Minde e o largo da Igreja.



sexta-feira, março 17, 2017

Estocolmo

Gosto de desenhar ruas estreitas e onde aparece, ao fundo, uma igreja ou algum edifício que se realça.



quarta-feira, março 15, 2017

Museu de Vasa

O Vasa é um navio sueco que se afundou no dia da sua viagem inaugural em 1628. Só em 1961 foi resgatado. Foi reconstruído quase na totalidade com o material original. O Museu de Vasa mantém uma investigação como o preservar e sobre tudo o que o rodeia. No último desenho fiz as esculturas na sua cor original.




domingo, março 12, 2017

Presidente Marcelo e a revista CAIS

Além da aula na Escola Sec. Pedro Nunes, durante a manhã, o Presidente Marcelo, à tarde, esteve em Belém com vendedores da revista CAIS. Também estive lá. A ilustração final, que saiu no jornal, foi a junção das duas.



Presidente Marcelo na Esc. Sec. Pedro Nunes

Na quinta feira passada o Presidente Marcelo comemorou o seu primeiro aniversário na presidência. Fê-lo de várias maneiras. Uma delas foi ir à Escola Secundária Pedro Nunes, onde foi aluno, falar com os alunos. Houve discurso e perguntas às quais ele respondeu exaustivamente. Fui lá para registar esse momento a fim de publicar no jornal Público este domingo no suplemento P2. Aqui estão os registos que fiz e parte da ilustração final. A outra parte foi estar e vender com os vendedores da revista CAIS em Belém.





quinta-feira, março 09, 2017

Nobel Museum

A praça onde está situado o Museu Nobel (Stor Torget) é muito bonita. Tem o Museu num dos lados e é rodeada por edifícios lindíssimos, de cores quentes. O primeiro desenho foi feito encostado aos edifícios que depois desenhei-os encostado a uma coluna da escadaria do museu.



quarta-feira, março 08, 2017

Moderna Museet

A água tinha placas de gelo a boiar. Os patos e as gaivotas poisavam em cima delas. No caminho para o Museu de Arte Moderna de Estocolmo parei para captar este momento. Estava lá uma retrospectiva da Marina Abramovic. A fila para ver a sua performance era de horas. Felizmente para entrar na exposição era pacífico.

As janelas quadradas do Museu davam para o mar e, ao fim da tarde, quando o sol se pôs, as cores eram exactamente estas.



terça-feira, março 07, 2017

Museu Bordalo Pinheiro

Amanhã a segunda sessão da oficina "Desenhar no Diário Gráfico" no Museu Bordalo Pinheiro em Lisboa. O desenho em baixo foi do fim da primeira sessão quando viemos para o patio de entrada desenhar o polícia e uns aos outros.


segunda-feira, março 06, 2017

Estocolmo

Tanto gosto das pequenas praças onde quase não passa ninguém como daquelas onde se passa muita coisa. Como na primeira, onde está localizado um teatro ou no segundo onde um castanheiro dominava todo o espaço.



terça-feira, fevereiro 28, 2017

Palácio Fronteira

Foi aqui em frente à entrada do Palácio, que na verdade são as traseiras, que se reuniu o grupo para começar a visita aos jardins do Palácio Fronteira e descobrir os azulejos com a investigadora Ana Paula Rebelo Correia.


domingo, fevereiro 26, 2017

Praça do Município

Nunca me tinha sentado nesta esplanada no largo do Município. Aproveitei enquanto esperava a hora da reunião.


sexta-feira, fevereiro 24, 2017

Uma curva

Uma curva que apetece mesmo desenhar. Já o fiz várias vezes. Com a aliciante de passar o eléctrico.


domingo, fevereiro 19, 2017

No Museu do Carmo

Ontem no Museu do Carmo. Continuação da colecção de rostos.


quarta-feira, fevereiro 15, 2017

Duas personagens no metro

Depois das duas personagens principais comecei a fazer o contexto. Que ficou incompleto. Como sempre.


domingo, fevereiro 12, 2017

As desculpas de Fillon

Para um tema desinteressante, a conferência de imprensa de François Fillon para pedir desculpas por ter dado emprego à mulher e aos filhos pago pelo erário público, dois desenhos desinteressantes. Foi escolhido o primeiro para sair no suplemento P2 do Jornal Público de domingo. Aqui a dupla página do jornal.



quarta-feira, fevereiro 08, 2017

Personagens no Metro

Ontem na linha Amarela do metro de Lisboa. Nos dois casos, depois de desenhar uma personagem que estava mesmo a "pedir para ser desenhada", quando comecei a outra, ela saiu.



terça-feira, janeiro 31, 2017

Eça de Queiroz

Além de escrever daquela maneira excepcional Eça também desenhava. Naquela altura numa “educação esmerada” tinha sempre lugar o desenho. E o caderno era o suporte escolhido. No caderno de Eça encontramos alguns desenhos de observação mas, a maioria, são uma espécie de ilustração. Como o segundo que é uma caricatura do próprio e o terceiro uma possível caricatura de Ramalho Ortigão.

(Desenhos do livro "Eça de Queiroz em casa" de Irene Fialho da Editorial Presença)




domingo, janeiro 29, 2017

A discussão da TSU

Gosto da ideia do desenho em cadernos ser uma espécie de apontamento do que aconteceu, um parágrafo num bloco de notas, um registo do tempo que demorou aquele momento.

Foi isso que fiz na quarta-feira passada na Assembleia da República, na discussão da TSU, para a ilustração no jornal Público, no suplemento P2, para a rubrica, que sai aos domingos "Semana Ilustrada". O último desenho é a ilustração final.